Cuidados para atletas de finais de semana

Especialista alerta: quem pratica alguma atividade física somente nos finais de semana deve ter cuidados redobrados com a saúde.

  • Cuidados para atletas de finais de semana

Muitas pessoas aproveitam o tempo livre no final de semana para a prática de atividades físicas intensas. Jogos de futebol com os amigos, vôlei em família, basquete com os filhos ou sobrinhos são os preferidos entre os brasileiros. Mas atenção: é importante manter os exames em dia para que a prática irregular de exercícios não prejudique a saúde.
 
A prática intensa de atividades físicas pode promover uma série de benefícios ao organismo, mas envolve também alguns riscos adicionais se comparada aos exercícios mais leves. Tais riscos podem afetar tanto o sistema musculoesquelético, gerando lesões ortopédicas, como o sistema cardiorrespiratório, podendo também desencadear situações de risco agudo como infarto do miocárdio ou arritmias, além de provocar desgaste e fadiga quando a capacidade do organismo de realizar esforço é excedida.
 
"Quando se realiza uma avaliação detalhada antes do início dos exercícios os riscos existentes podem ser controlados e evitados. A elaboração de um programa de exercícios (gradualmente progressivo e completo - tirar) progressivo e que combine diferentes estímulos permite ao organismo adaptar-se gradualmente aos esforços mais intensos, podendo minimizar os riscos", explica o Dr. Luiz Augusto Riani, especialista em medicina do esporte do Lavoisier Medicina Diagnóstica.
 
De acordo com o médico, as cãibras e dores musculares pós-esforço físico estão entre as lesões mais comuns em atletas de finais de semana. Apesar de não apresentarem complicações graves, podem ser bastante incômodas. "As torções, especialmente as de tornozelos, e as contraturas musculares dos membros inferiores, cintura pélvica e escapular, também são bastante comuns", aponta Dr. Luiz Augusto Riani. Do ponto de vista cardiorrespiratório, o médico dá destaque para os quadros de fadiga, palpitações, dores no peito, vertigens, falta de ar e inchaço dos pés.
 
"O ideal é que a pessoa que deseja praticar atividades físicas, ainda que somente aos finais de semana, realize uma avaliação prévia, procurando situações de risco que definam limites ou que possam ser corrigidas e controladas previamente, como encurtamentos, fragilidades musculares, erros de postura, desvios articulares ou ainda alterações cardíacas que necessitem de medicamentos", conclui o especialista.
 
Praticar exercícios apenas aos finais de semana pode ser um incentivo inicial, mas a recomendação é que haja mais dias dedicados aos esportes ou à musculação. O ideal é que se alcance o inverso: realizar atividades físicas com menor duração, porém mais intensas durante a semana, quando os dias são mais corridos e, nos finais de semana, buscar esforços mais leves por tempo mais prolongado, construindo assim um plano de exercícios mais completo e variado.
 
Fonte
http://corpoacorpo.uol.com.br/fitness/treino-aerobico/conheca-os-cuidados-para-atletas-de-finais-de-semana/5284

Comentários